Hidrate-se 2015

No Laboratório de Química os alunos aprendem que algumas bebidas possuem certa quantidade dos íons sódio, potássio, cloreto etc. em suas composições químicas e que em seus rótulos podem ser encontradas as quantidades recomendadas de cada um destes íons, dentro do equilíbrio alimentar. A partir de então, eles aprendem que quimicamente as soluções que possuem íons são classificadas como soluções iônicas ou eletrolíticas, pelo fato de conduzirem corrente elétrica. Neste momento, o aluno realiza uma experiência para testar a condutividade elétrica de amostras de água mineral e de soluções ácidas, básicas e salinas. Através dos valores obtidos, com ajuda de sensores específicos, os alunos determinam em qual bebida a quantidade de íons é maior. Por fim, aprendem qual é a diferença entre as soluções isotônicas, hipertônicas e hipotônicas. Uma solução isotônica apresenta concentração de íons semelhante à encontrada no sangue, ao passo que uma solução hipertônica apresenta uma concentração superior e uma solução hipotônica contém uma concentração de íons menor.[youtube http://www.youtube.com/watch?v=_m1–XMvDSE&w=560&h=315]

Nas aulas de Educação Física, os alunos aprendem que as perdas hídricas, ocorridas durante a realização de um esforço físico, podem ser um dos fatores determinantes da diminuição do desempenho, assim sendo, saber escolher uma adequada estratégia para preservar seu conteúdo hídrico corporal ajuda a prolongar o desempenho e prevenir lesões. Para que os alunos aprendam a planejar suas estratégias de hidratação, eles realizam uma pesquisa que é desenvolvida em dois dias. No primeiro dia, os alunos ingerem 200 mL de uma bebida isotônica, medem a freqüência cardíaca pré – esforço, realizam uma atividade física previamente organizada, medem a freqüência cardíaca pós – esforço, novamente ingerem 200 mL do isotônico e respondem a um questionário referente à sensação de boca seca, transpiração excessiva, desconforto estomacal (sensação de peso no estômago), saciedade e esforço subjetivo (de acordo à uma Escala de Borg adaptada). No segundo dia, realizam a mesma atividade, mas ingerem, no lugar do isotônico, 400 mL de água, sendo 200 mL antes e 200 mL após o esforço e novamente respondem ao questionário. Em posse das respostas dos alunos, os professores propiciam uma discussão relacionando a intensidade e a duração do esforço realizado por eles às respostas dos sinais de desidratação, investigadas no questionário, e dão subsídios para que os alunos entendam quando é necessária a ingestão de bebidas isotônicas e quando a água é a melhor forma de reidratação para uma atividade física de curta duração.

Questionário online

hidra

Líquido ingerido: ( ) água ( ) isotônico

1. Durante o exercício você sentiu desconforto no estômago?
( ) sim ( ) não

2. Durante ou após o exercício você transpirou excessivamente?
( ) sim ( ) não

3. Você sentiu sede durante e/ou depois do exercício?
( ) sim ( ) não

Responda a questão 4 apenas se você respondeu “sim” na questão 3.

4. Você ficou satisfeito ao ingerir o líquido após o exercício?
( ) sim ( ) não

esforço

6. Veja a imagem acima e indique o número que melhor representa o seu esforço realizado durante a atividade física proposta.

Gráficos (clique na imagem para ampliá-la)

Bebida Total de alunos
Isotônico 328
Água 338

A pergunta referente às aulas de Laboratório de Química era:

“Qual é a melhor maneira de comprovar a presença de íons em uma bebida isotônica?”

5. Qual é a melhor maneira de comprovar a presença de íons em uma bebida isotônica?

5. Qual é a melhor maneira de comprovar a presença de íons em uma bebida isotônica?

A presença dos íons livres em uma solução aquosa pode ser comprovada por uma experiência feita com uma lâmpada, conectada de acordo com a foto abaixo, que acende quando os fios são mergulhados na solução, pois os íons livres “fecham o circuito elétrico”.

É também possível realizar uma medida da condutividade elétrica, com um sensor de condutividade, como representado na foto abaixo:

Muitos alunos responderam muito bem à pergunta, inclusive citando vários detalhes das experiências realizadas em aula. Parabéns!

Recomendações quanto à hidratação em situação de exercício:

No exercício moderado, com duração inferior a 1 hora, como os realizados jogo do gol invertido propostos na aula de Educação Física, verifica-se o aumento da temperatura corporal seguido de um aumento da transpiração, ou seja, aumento da produção de suor. O suor permite que o calor metabólico seja dissipado para o ambiente e, com isso, a temperatura corporal se normaliza. E, ainda, no exercício de curta duração e intensidade baixa a moderada, a transpiração ocasiona pequenas perdas de água e eletrólitos. Nestas situações, a água repõe adequadamente os conteúdos hídricos do corpo que foram perdidos através do suor.

Quando o esforço se prolonga por mais de uma hora, a perda de água acarreta em uma maior diminuição do volume de sangue. O coração, então, aumenta mais a freqüência cardíaca para manter o bombeamento de sangue para todo o corpo. Num dado momento, torna-se insuficiente o aumento da freqüência cardíaca e, para continuar a execução do movimento, ocorre uma redução da força aeróbia, o que prejudica o desempenho físico. Neste caso, é necessário o uso do isotônico para repor a água e os sais perdidos através da transpiração. O carboidrato (6% a 8%), presente no isotônico, fornece substrato para continuar o exercício e, os sais minerais, facilitam a absorção da água.

Recomendações

  • É necessário ingerir água 20 minutos antes de realizar atividade física, desse modo, haverá tempo de eliminar a água em excesso e começar o exercício bem hidratado;
  • Caso perceba um dos sinais iniciais da desidratação:
    – boca seca
    – ligeira tontura
    – náusea
    – falta de força
    diminua o ritmo e reidrate-se com água novamente; caso contrário, a pele ficará ressecada, ocorrerão as câimbras e fraqueza muscular. A desidratação em grau elevado provoca câimbras generalizadas e pode levar ao coma.
  • Em eventos esportivos acima de 1 hora de duração, é necessário ingerir isotônico a cada 15 minutos