Ano de ouro para o esporte no Band

O Band fechou o ano de 2013 com 119 medalhas nas mais diversas modalidades, incluindo alunos atletas e também técnicos. Foram 21 de 3.o lugar, 33 de 2.o e 65 de 1.o lugares.

retroesportiva_3

O Colégio participou com êxito de diversos torneios esportivos estudantis, como InterBand, OliMagno, OlimVila, Torneio ECP, Liga de Esporte Escolar, Rainha dos Apostolos- Jendra, Vera Cruz, Interamizades São Luís, Santa Cruz, dentre outros.

retroesportiva_1

“Um dos maiores destaques foi o do voleibol pré-mirim feminino, com alunas do 6.o e 7.o ano”, comenta o professor Carlos Alberto De Simone, ressaltando a ótima técnica e disposição do time nos 7 campeonatos que participaram invictas. Até então, a categoria nunca havia alcançado um resultado tão positivo no período de um ano.

retroesportiva_2

Outro destaque merecido vai para a ocasião da Liga de Esportes Escolares, em que 3 técnicos do Colégio foram eleitos entre os melhores de suas respectivas categorias e faixas etárias. “A Liga é uma competição um pouco mais abrangente, em que participam um número maior de escolas, todas com um nível técnico bastante considerável”, explica De Simone. Os técnicos premiados foram José Roberto Jr (basquete masculino), Cláudia Cristina (vôlei masculino) e Paulo Godoi (basquete masculino).

Paulo Godoi, que já compareceu uma série de vezes aos Estados Unidos para participar de clínicas de basquete, conta que a técnica utilizada pela equipe do Band é bastante diferente das demais escolas.

“Procuramos nos atualizar muito, estamos sempre aprendendo coisas novas. Novas técnicas, novas tendências, novas dicas e exercícios para os treinos, é assim que garantimos um preparo de qualidade para as competições”, explica Paulo. “Mas o que conta, de verdade, é o envolvimento do time. Sem trabalhar o espírito de equipe, a convivência e outros valores importantes com os alunos atletas, é impossível progredir”, pontua.

O esforço com o lado psicológico e acadêmico dos alunos transcende a quadra. O foco principal do trabalho com o esporte no Band não se limita ao sucesso nas competições: trata-se de trabalhar com os grupos de forma que o ambiente esportivo seja mais um espaço que o jovem tem para se desenvolver como uma pessoa melhor e como um bom aluno. “Procuramos prestar atenção e conversar com os alunos sobre notas, faltas, advertências, dentre outras adversidades para que possamos ressaltar, para eles, que o nosso foco é o lado acadêmico da formação deles”, explica Paulo.

“Por meio do esporte o adolescente consegue entrar nesse ambiente de superação, trabalho em equipe e orgulho de seus méritos, na medida em que vai observando os resultados do seu treino. Conforme eles vão se envolvendo com o time, passa a ser um prazer passar aqueles momentos dividindo a quadra algumas vezes por semana”, comenta a professora Daniela Coelho.